For a better experience please change your browser to CHROME, FIREFOX, OPERA or Internet Explorer.
  • Melhores Clínicas do Brasil
  • Tel:(11) 4249-0224
O que fazer com um pai alcoólatra

O que fazer com um pai alcoólatra

Apesar do consumo de álcool ter crescido entre as mulheres, os homens ainda são os que mais bebem mas, o que fazer com um pai alcoólatra?. Segundo a Vigitel, eles são grupo com maior número de consumo abusivo de álcool. Em 2018, 26% afirmaram beber em excesso, considerando cinco ou mais doses de bebidas.

Mas, o que fazer com um pai alcoólatra? 

Respeito

O alcoolismo é considerado uma doença crônica que prejudica a vida social, pessoal, profissional, familiar e financeira de uma pessoa. Por isso, para se livrar do vício é preciso levar em conta diversos fatores.

Um dos principais problemas na hora de tentar apoiar um pai alcoólatra é a negação ao problema. Assim, ele não percebe os efeitos nocivos para a família e não se responsabiliza pelo que faz. Por isso, a forma como os familiares agem é muito importante.

Dentre as coisas uma das mais importantes é manter o respeito. Isso é fundamental na luta pela recuperação, pois, tratá-lo mal, só irá agravar o problema e causar maior vontade de se perder na bebida. Porém, ele deve ter noção de quais são as consequências do que faz. Assim, ele poderá perceber que aquilo que está fazendo afeta a todos que estão à sua volta.

Normalmente, as pessoas que são viciados em bebida, voltam para casa de madrugada, tropeçando, com falas desconexas e sem sentido. Quando seu pai chegar assim em casa, procure ignorar ou ajudar a ir para o quarto. A conversa deve ficar para o dia seguinte, quando estiver sóbrio.

Não o afaste da vida familiar. Convide seu pai para os aniversários e o mantenha dentro dos programas sociais.

Conversa

Na hora em que for conversar sobre o assunto, é preciso ter muito cuidado com o que vai falar e o tom que vai utilizar. Não faça um grande discurso que não vai levar a lugar nenhum ou que seja baseado em pura chantagem emocional. Tente lembrar de situações específicas em que ele tenha excedido um perdido o controle, sem fazer qualquer julgamento.

Uma intervenção familiar também é uma ótima opção. Ver a família ou até um grupo de amigos falando sobre o assunto, pode causar um impacto bem positivo. Porém, é importante que seu pai não se sinta pressionado pelas pessoas à sua volta.

Quando aparecerem os sinais dessa doença, demonstre a sua preocupação. Faça-o entender que as suas ações estão prejudicando as outras pessoas e que é necessário deixar o vício pelas pessoas que ama e pelo seu próprio bem-estar.

Sempre tenha as conversas importantes, quando ele não tiver bebido. Normalmente, o melhor período é o da manhã, quando está de ressaca para ressaltar melhor o seu ponto sobre os efeitos físicos. Ele provavelmente vai cair em negação sobre o problema com álcool, pois é difícil para uma pessoa nessas condições reconhecer seu vício.

Você vai precisar de paciência e se manter forte, pois seu pai não irá dar o braço a torcer tão fácil. Aponte a verdade, que ele não quer.

Olho nos sinais

Antes de começar com qualquer conversa ou intervenção, procure pelos sinais de que seu pai é realmente um alcoólatra. Isso, porque não é a mesma coisa ser uma pessoa que bebe muito, de uma pessoa que está sofrendo com essa doença.

Algumas vezes, a pessoa ainda não começou a cair tão profundamente na dependência das bebidas alcoólicas. Nesses casos, a atitude pode ser mudada pela própria pessoa. O alcoolismo é uma doença que não tem cura, mas tem tratamento, junto a uma interferência de fora para ajudar a criar o controle.

Alguns desses sinais são:

Beber muito e não se lembrar do que fez e do que aconteceu, com uma certa frequência;

Ter multas de trânsito por dirigir alcoolizado;

Participar frequentemente de brigas depois de ter bebido;

Brigar no trabalho, chegar atrasado ou aparecer de ressaca;

Não conseguir deixar que um copo de bebida sem beber ou estar sempre com copo perto mesmo sem beber.

Ao perceber que seu pai está realmente afundado na bebida, não se afaste dele. Fique ao seu lado e ofereça apoio, e procure por uma clínica de reabilitação para alcoólatras. No Portal de Clínicas, você poderá encontrar várias clínicas que poderão te ajudar essa empreitada.

[]
1 Step 1
Entre em contato
Nome Completo
Telefone
Celular
Mensagem
0 /
reCaptcha v3
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
Top
× Podemos te Ajudar?